Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Paulista) - Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 (Consolação) - (11) 3262-0621 - Envie Whatsapp (11) 99787-4512

3 formas de lidar com a tristeza

A tristeza é parte da vida ela é uma emoção como tantas outras.

Porém, na atualidade parece que ela não é bem-vinda. Toda tristeza deve ser combatida: é o que parecem nos dizer anúncios de produtos em diferentes mídias e postagens em redes sociais onde tudo e todos parecem, às vezes, mergulhados num eterno estado de satisfação.

De qualquer maneira, ela está aí. E como lidar com a tristeza?

O bem-estar emocional exige que formemos estimativas de nossos atributos, talentos e conquistas que sejam mais precisos e estáveis.

A tristeza pode ser um convite para o autoconhecimento. Podemos nos questionar se estamos levando a vida subestimando ou superestimando quem somos, o que potencialmente nos prepara para um sofrimento perpétuo.

A tristeza transitória pode nos indicar que talvez devamos aceitar nossa limitações, como uma limitação funcional provocada por doenças crônicas ou um acidente.

Pode ser a perda de um relacionamento romântico, uma posição de emprego valorizada ou uma capacidade atlética devido à doença. Caso a tristeza normal seja confundida com depressão clínica e seja medicada, são perdidas as oportunidades para se lamentar uma perda, processá-la emocionalmente e aprender sobre si mesmo, possivelmente em psicoterapia.

Uma maneira de lidar com a tristeza é se permitir ficar sozinho. A solidão pode ajudar a pensar e fazer um balanço das velhas ideias sobre nós mesmos e nossas vidas. Permite a introspecção que traz autopercepções do valor pessoal e da atratividade alinhando-as com as novas circunstâncias da vida.

Então, resumidamente, diríamos que 3 formas para lidar com a tristeza podem ser:

  1. reconhecer o sentimento de tristeza e buscar sua origem num fato, num acontecimento da sua história pessoal;
  2. tendo dado um nome a sua emoção, a tristeza, permita-se senti-la e tente identificar que ações e pensamentos ela promove em você;
  3. busque atividades que possam ressignificar a situação passada ou estado atual da sua vida. 

E se as ações e os pensamentos que a tristeza promovem insistirem em ficar por muito tempo solapando suas tentativas de seguir em frente busque ajuda de um(a) psicólogo(a).

A solidão produtiva pode ser necessária para um período de introspecção pessoal,  a tristeza, a culpa e o remorso, se reconhecidos e processados,  podem fornecer alívio e aceitação.

Marisa de Abreu Alves

Psicóloga

CRP 06/29493

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Referências:

https://madinbrasil.org/2018/07/em-defesa-da-depressao-saudavel

QUINTELLA, Rogério Robbe. Depressão contemporânea e metapsicologia freudiana: pensando a neurose na atualidade. Reverso,  Belo Horizonte,  v. 38, n. 71, p. 65-73, jun.  2016 .

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

psi2

Escolha aqui seu Psicólogo - Quanto custa a psicoterapia? - Informações gerais
Consulta com psicólogo - Agende aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade I

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)

Unidade II

Rua Frei Caneca, 33
Centro - SP