Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Paulista) - Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 (Consolação) - (11) 3262-0621 - Envie Whatsapp (11) 99787-4512

3 fatos sobre impotência sexual masculina

 A partir de meados do século XIX, a impotência masculina é definida como uma categoria médica e é tratada por médicos, venereologistas inclusive, sob a forma de uma "perda da virilidade" e como causa de infertilidade masculina, e por psiquiatras sob a categoria geral de "neurastenia sexual".¹

 Alguns fatos sobre a impotência sexual masculina:

 Apesar de a busca pela cura dos distúrbios sexuais ser tão antiga, os tratamentos psicológicos com fundamentação científica só foram desenvolvidas a partir do início do século passado, com o advento da psicanálise, que dominou a terapêutica desses distúrbios até a década de 50, época em que surgiram outras terapias, tais como a “terapia sexual”, desenvolvida a partir da psicologia comportamental, e confirmadas por estudos de fisiologia sexual executado pelos pesquisadores Masters e Johnson.²

  • Disfunção erétil é diferente de impotência.

Em primeiro lugar, deve-se salientar que a maioria dos autores, em função das circunstâncias, emprega alternadamente um ou outro termo. O termo "impotência" é agora considerado como "pejorativo" e "inapropriado", na medida em que ele pode abranger a totalidade do ciclo de resposta sexual do homem, enquanto que o termo "disfunção erétil" considera que o mecanismo de ereção é o único alvo de tratamento.¹

A impotência, como patologia, diz respeito às formas graves, ou seja, "primárias". Os episódios de impotência secundária, transitória ou situacional, eram considerados como "o limite normal do funcionamento sexual" pelos médicos mais renomados dos anos 1970.¹

  • A impotência sexual está relacionada a diversos fatores: físicos, psicológicos e sociais – e tratá-la envolve um diagnóstico profissional. A causa da impotência é considerada principalmente psicogênica (com origem em transtornos psíquicos), enquanto a disfunção erétil é considerada, sobretudo, orgânica.¹ 

Na maioria das vezes a impotência sexual é uma reação secundária a um fator psicológico principal. Estresse, ansiedade e depressão são alguns dos quadros que ocasionam a disfunção erétil.³

Marisa de Abreu

Psicóloga

CRP 06/29493

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

1 GIAMI, Alain; NASCIMENTO, Keyla Cristiane do; RUSSO, Jane. Da impotência à disfunção erétil: destinos da medicalização da sexualidade. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 19, p. 637-658, 2009.

2 MICHILES, Haroldo Cesar. Disfunção erétil atuação do médico e do psicólogo. UNICEUB. 2010.

3 COSTA, J. F. L. V. Abordagem Psicoterapêutica no Tratamento da Disfunção Erétil. 2010. 27f. Dissertação (Mestrado Integrado em Medicina). Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, Universidade do Porto, Porto, 2010.

psi2

Escolha Aqui seu Psicólogo - Quanto Custa a Psicoterapia? - Informações Gerais
Consulta com Psicólogo - Agende Aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade I

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)

Unidade II

Rua Frei Caneca, 33
Centro - SP