I: Rua Bela Cintra, 968 (Av. Paulista) / II: Rua Frei Caneca, 33 - Centro - SP /  WhatsApp (11) 99787-4512 F: (11) 3262-0621

Ansiedade

AddThis Social Bookmark Button
Ansiedade – Entrevista ao Jornal Diário da Região
Entrevista da psicóloga Marisa de Abreu ao Jornal Diário da Região, maior jornal da região noroeste do estado de São Paulo, circulando em 96 municípios - Repórter Francine Moreno.
O que é ansiedade?
Ansiedade é uma reação natural ao perigo percebido. Ansiedade é um "aviso", um alerta que nosso corpo emite, de que algo não está bem, que há algum perigo por perto.
QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS?
O que causa ansiedade é qualquer coisa que seja interpretada como prejudicial. E veja bem, este é um ponto interessante, as coisas não são interpretadas da mesma forma por todo mundo. Uma pessoa pode ficar extremamente ansiosa no dia anterior a uma prova, talvez a ponto de passar mal, ter insônia, sentir náuseas, e tudo mais. E outra pessoa lidar de forma mais natural. Por quê? Porque uma interpreta essa prova como uma possível "rasteira" que a vida pode estar lhe dando, acha que por mais que tenha se preparado nunca será bem sucedida, e que será terrível ser reprovada. A outra pessoa, aquela que encarou a prova mais tranquilamente, considerou que essa prova é uma das possibilidades da vida dela, e não a única.
Claro que existem os estímulos ansiogênicos clássicos: falar em publico, se reportar a alguém hierarquicamente superior, estar pela primeira vez em uma situação, como por exemplo, um encontro com uma garota (o), enfim, a ansiedade está diretamente ligada ao estresse. Tudo o que pode ser visto como possibilidade de prejuízo, morte, fracasso, vergonha, etc., é causador de ansiedade.
OS PERIGOS DO DESCUIDO COM A ALIMENTAÇÃO PODEM INFLUENCIAR NA PORCENTAGEM DA ANSIEDADE?
O descuido com a alimentação vai debilitar a pessoa como um todo, pois como sabemos "corpo são - mente sã". Sendo assim alguém debilitado pelo descuido com a alimentação, vai estar mais fragilizado e sentir mais todos os revezes da vida, e possivelmente veja como provocador de ansiedade situações que em outros tempos não seriam estressantes.
EM TEMPOS DE CRISE MUNDIAL, EMPRESÁRIOS SE ANGUSTIAM POR SUAS EMPRESAS E OS INVESTIDORES POR CONTA DOS INVESTIMENTOS NA BOLSA. ENTÃO COMO DRIBLAR A ANSIEDADE?
Há alguns truques. A psicologia cognitiva (que é a linha da psicologia que eu uso em minha clinica) ensina a examinar os fundamentos irracionais que levam uma pessoa a se tornar uma ansiosa clinica. (ou seja, uma ansiedade que chegou a níveis desproporcionais e estão causando prejuízo à saúde física e mental).
Um empresário que está sentindo esta crise atual "na pele" e no bolso. Se ele flexibilizar seu pensamento e tentar ver esta crise por outros ângulos, como por exemplo:
- todas as crises que ocorreram nos últimos 200 anos tiveram sua fase de retorno ao estado produtivo.
- Quem abre uma empresa não espera apenas "céus claros", portanto podemos ver esta crise apenas como uma baixa, esperada, da curva de produção e lucro.
- é possível aprender muita coisa com esta crise, coisas que podem ser aplicado tanto em sua empresa atual, como em outras situações futuras.
- é possível aprender a não dar tanta importância ao dinheiro e perceber que viver com menos pode ser possível e interessante.
Enfim, quanto mais a pessoa conseguir flexibilizar seu pensamento, menos ela considera "o fim do mundo" o problema atual pelo qual ela está passando.
OS ALUNOS FICAM PREOCUPADOS COM AS NOTAS E SE VÃO ALCANÇAR A MÉDIA PARA PASSAR. ELES PRECISAM SEGUIR A MESMA FÓRMULA DOS EMPRESÁRIOS E INVESTIDORES PARA QUE A ANSIEDADE NÃO ATRAPALHE O DESENROLAR ESCOLAR?
A realidade é uma só. Quanto mais um aluno se preocupa com uma possível reprovação, menos ele foca sua energia em adquirir o conhecimento que ele precisa para esta prova.
Para os alunos, e os preocupados crônicos vou dar uma dica:
- pegue uma folha de papel e faça uma lista de todas as ansiedades, preocupações fortes que você já teve em sua vida.
- ao lado, faça uma coluna com a nota que você daria para a intensidade dessa ansiedade (por exemplo: 10 para ansiedade extrema, 5 para mediana, 1 para muito pouca)
- agora outra coluna, e anote tudo o que realmente aconteceu, como finalizou aquela situação preocupante e o quanto foi realmente ruim.
O interessante deste exercício é que as pessoas percebem que, normalmente elas se preocupam demais (nível 9, 10) e no final das contas poucas coisas terminam tão catastróficas assim.
AS MULHERES VIVEM CONSTANTES ANGÚSTIAS PREOCUPADAS COM O FUTURO DOS FILHOS. ELAS DEVEM SEGUIR O MESMO PLANO CONTRA A ANSIEDADE?
As mulheres têm uma tendência maior ao desespero, portanto a ansiedade e depressão. Claro que isso é uma média estatística, mas de forma geral é assim que acontece. E minha dica é... Sim. Sigam o mesmo plano. Mas claro que há outras dicas para "combater" a ansiedade crônica. Além de fazer um trabalho cognitivo (com seus pensamentos negativos), é possível complementar com exercícios físicos, pois com 20 minutos ou mais de exercício, seu corpo começa a produzir endorfinas, que são os "hormônios do bem estar" produzidos por nosso cérebro. Ou também a meditação, que é uma forma de treinar sua mente a se desligar por alguns momentos, e assim você "recarrega sua bateria".
O ANSIOSO PRECISA REDEFINIR TODO O ESTILO DE VIDA PARA FUGIR DOS PREJUÍZOS CAUSADOS NA SAÚDE FÍSICA E MENTAL?
Precisa redefinir todo o modo do seu funcionamento mental. Por exemplo, na terapia a pessoa aprende a reestruturar os padrões de pensamento. Aprende a se sentir bem com o que for que estiver acontecendo na vida dela, sem ficar eternamente desejando que as coisas sejam diferentes, se estiver chovendo vão andar na chuva, se estiver fazendo sol vão se bronzear, se estiver num engarrafamento, enfrenta, sem fingir que está gostando, mas aprendendo a aceitar o que não depende dela para mudar. Aprendem a não sentir culpa, a não se lamentar pelo passado, mas a trabalhar hoje no que pode ser feito para melhorar. Ser independente, não buscar aprovação do outro pra tudo, não deixar tudo para amanhã, saber rir com as pessoas e não das pessoas.
EXERCÍCIOS E PRÁTICAS SIMPLES PARA RELAXAR O CORPO E A MENTE SÃO OPÇÕES PARA O CONTROLE DA ANSIEDADE?
Claro, principalmente quando o nível de ansiedade chegou a ponto de atacar fisicamente. Tem muitas pessoas que sentem dores no corpo, nos ombros, sentem o coração disparar, suor frio, dor de barriga, ânsia de vomito, tudo por ansiedade.
Uma dica de relaxamento simples e eficaz é a respiração diafragmática. Deve-se sentar ou deitar de forma a ficar bem confortável. Respire lentamente fazendo com que o abdômen (barriga) suba e desça bem devagar. Essa respiração chama-se "respiração diafragmática", pois fazendo o abdômen se inflar e desinflar, você está movimentando o diafragma, que é um músculo que fica logo abaixo das costelas, e dessa forma a respiração fica mais leve, fluida, e tranqüila. (é a mesma respiração que a gente observa nos bebes, ou seja, a gente nasce sabendo respirar, mas desaprende com a vida corrida e ansiosa que leva)
O PENSAMENTO POSITIVO PARA ENFRENTAR ADVERSIDADES TAMBÉM É UMA OPÇÃO?
Sou muito a favor do pensamento realista. E se você for olhar de perto, as pessoas pensam de forma negativa e exagerada, ou seja, a realidade normalmente é muito melhor do que as previsões pessimistas que se costuma fazer.
De toda forma, o otimismo está sendo muito estudado pela psicologia. O pesquisador Martin Seligman, americano, fez um estudo muito interessante sobre o assunto. E concluiu que pessoas mais otimistas são mais insistentes, e com a insistência há mais chance de ser bem sucedido. Por exemplo, um vendedor pessimista desiste depois da terceira recusa, ele conclui que ninguém comprará dele, mas um otimista sabe que ele não será recusado por todas as pessoas, então depois de três recusas, o cliente que dirá sim a ele, está mais próximo, e com esse pensamento continuará tentando, e claro encontrará o cliente que lhe dirá sim.
ELA TEM CURA? QUAL É O MELHOR TRATAMENTO?
A ansiedade em forma branda é um estimulo pro ser humano se defender. Se você está numa rua escura, e ouve passos atrás de você, a ansiedade vai aparecer na hora. E é muito bom que ela apareça, pois se você for tão tranqüilo a ponto de não se defender, não vai sobreviver.
A ansiedade que deve ser tratada é aquela que passou dos limites da sua autopreservação e está no ponto de lhe causar prejuízos. É quando sua reação está desproporcional. Por exemplo, fica tão nervoso com a entrevista de emprego que nem comparece a ela. Fica tão ansioso em puxar conversa com a garota da festa, que acaba voltando sozinho pra casa de toda festa.
O pior da ansiedade é o comportamento de evitação. Por auto defesa exagerada, a pessoa passa a evitar contatos e confrontos que limitam a vida, muitas vezes a ponto de levar a pessoa a uma depressão.
Quanto ao melhor tratamento, sempre é possível contar com medicação, claro que sempre acompanhada por um psiquiatra. Por mais que as pessoas tenham preconceito em relação a esta especialidade médica, este é o profissional preparado para medicar ansiedade.
Mas, como psicóloga, eu prefiro iniciar a psicoterapia sem encaminhar ao psiquiatra, pois muitas vezes é possível fazer o controle emocional trabalhando o aspecto psicológico.
A psicoterapia não é a única oportunidade para fazer a reestruturação cognitiva, mas é uma forma de ter um profissional acompanhando de perto.
É possível tentar driblar a ansiedade com relaxamento, meditação e as outras dicas que passei aqui. Mas caso persista, não sente num cantinho esperando passar. Pois uma ansiedade que não for controlada pode se transformar em um transtorno de ansiedade mais grave como o transtorno do pânico, toc, fobia social, ou até mesmo as fobias especificas, como o medo de avião, cães, etc.
DICAS PARA QUE AS PESSOAS SUPEREM A ANSIEDADE NO DIA-A-DIA?
Eu tenho um programa de 10 passos
1- Compreendendo as preocupações
2- As piores maneiras de lidar com as preocupações
3- Determine seu perfil de preocupação
4- Identifique as preocupações produtivas e improdutivas
5- Aceite a realidade e comprometa-se com as mudanças
6- Conteste a preocupação
7- Focalize a ameaça mais profunda
8- Transforme o fracasso em oportunidade
9- Use as emoções em vez de preocupar-se com elas
10- Assuma o controle do tempo

ansiedadeEntrevista cedida ao Jornal Diário da Região

O QUE É ANSIEDADE?

Ansiedade é uma reação ao perigo percebido. Ansiedade é um "aviso", um alerta que nosso corpo emite, de que algo não está bem, que há algum perigo percebido, real ou não, interno ou externo.

PRINCIPAIS CAUSAS DA ANSIEDADE?

Qualquer coisa que seja interpretada como prejudicial. E veja bem, este é um ponto interessante, as coisas não são interpretadas da mesma forma por todas as pessoas. Uma pessoa pode ficar extremamente ansiosa no dia anterior a uma prova, talvez a ponto de passar mal, ter insônia, sentir náuseas, e tudo mais. E outra pessoa pode lidar de forma mais tranquila. Por quê? Porque uma pode interpretar essa prova como uma possível "rasteira" que a vida pode estar lhe dando, acha que por mais que tenha se preparado nunca será bem sucedida, e que será terrível ser reprovada. A outra pessoa, aquela que encarou a prova mais tranquilamente, pode ter considerado que essa prova seria uma das boas possibilidades da vida dela.
Claro que existem os estímulos ansiogênicos que podem afetar uma parcela muito grande das pessoas como por exemplo: falar em publico, se reportar a alguém hierarquicamente superior, estar pela primeira vez em uma situação, como por exemplo, um encontro com uma garota (o), enfim, a ansiedade está diretamente ligada ao estresse. Tudo o que pode ser visto como possibilidade de prejuízo, morte, fracasso, vergonha, etc., pode ser causador de ansiedade.

EM TEMPOS DE CRISE MUNDIAL, EMPRESÁRIOS SE ANGUSTIAM POR SUAS EMPRESAS E OS INVESTIDORES POR CONTA DOS INVESTIMENTOS NA BOLSA. ENTÃO COMO DRIBLAR A ANSIEDADE?

A psicologia cognitiva, abordagem usada em meu consultório, ensina a examinar os fundamentos irracionais que levam uma pessoa a se tornar ansiosa a nível desproporcional a ponto de causar algum prejuízo.
Um empresário que está sentindo a crise atual "na pele" e no bolso poderia, por exemplo flexibilizar seu pensamento e tentar ver a crise por outros ângulos, como por exemplo:
- todas as crises que ocorreram nos últimos 200 anos tiveram sua fase de retorno ao estado produtivo.
- quem abre uma empresa não espera apenas "céus claros", portanto podemos ver esta crise apenas como uma baixa, esperada, da curva de produção e lucro.
- é possível aprender muita coisa com esta crise, coisas que podem ser aplicado tanto em sua empresa atual, como em outras situações futuras.
- é possível aprender a não dar tanta importância ao dinheiro e perceber que viver com menos pode ser possível e interessante.
Enfim, quanto mais a pessoa conseguir flexibilizar seu pensamento pode haver mais chance de contornar a ansiedade.

OS ALUNOS FICAM PREOCUPADOS COM AS NOTAS E SE VÃO ALCANÇAR A MÉDIA PARA PASSAR.

Acredito que a preocupação com uma possível reprovação pode tirar o foco e sua energia em adquirir o conhecimento que necessário para esta prova. Procurar formas de controlar a ansiedade pode ajudar a obter melhores resultados em sua provas.

O ANSIOSO PRECISA REDEFINIR TODO O ESTILO DE VIDA PARA FUGIR DOS PREJUÍZOS CAUSADOS NA SAÚDE FÍSICA E MENTAL?

Talvez redefinir o modo do seu funcionamento ansioso. Analisar porque e de onde vem esta ansiedade, talvez procurar um psicólogo nesta busca.

EXERCÍCIOS E PRÁTICAS SIMPLES PARA RELAXAR O CORPO E A MENTE SÃO OPÇÕES PARA O CONTROLE DA ANSIEDADE?

Pode ajudar, talvez não resolva a ansiedade de forma definitiva mas quando ansiedade chegou a ponto de abalar fisicamente pode ser útil. Tem muitas pessoas que sentem dores no corpo, nos ombros, sentem o coração disparar, suor frio, dor de barriga, ânsia de vomito, tudo por ansiedade, nestes casos o relaxamento pode oferecer algum alivio.

O PENSAMENTO POSITIVO PARA ENFRENTAR ADVERSIDADES TAMBÉM É UMA OPÇÃO?

Sou muito a favor do pensamento realista. E se você for olhar de perto, as pessoas pode pensar de forma negativa e exagerada, ou seja, a realidade costuma ser melhor do que as previsões pessimistas que uma pessoa ansiosa costuma fazer.
De toda forma, o otimismo está sendo muito estudado pela psicologia. O pesquisador Martin Seligman, fez um estudo muito interessante sobre o assunto. E concluiu que pessoas mais otimistas são mais insistentes, e com a insistência há mais chance de ser bem sucedido. Por exemplo, um vendedor pessimista pode desistir depois da terceira recusa, ele conclui que ninguém comprará dele, mas um otimista podepensar que ele não será recusado por todas as pessoas.

- Repórter Francine Moreno.

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia  ou psicoterapia  oferecida por um psicólogo
Marisa de Abreu Alves Psicóloga - CRP 06/29493-5

Entrevista cedida  para portal Minha Vida

Ansiedade

- Como podemos definir a ansiedade? Ela é uma doença ou uma reação natural do nosso organismo? Ou até mesmo as duas coisas?

Psicóloga: Ansiedade é uma reposta de defesa . A ansiedade em níveis exagerados passam a não mais nos proteger mas a paralisar diante de coisas que não merecem tanto medo,

- Na minha pesquisa para essa pauta, vi muitas vezes as palavras ansiedade e estresse sendo usadas como sinônimos. Ambas são, de fato, a mesma coisa? Se não, qual a diferença?

Psicóloga: Há um grande "parentesco" entre: Medo, agonia, pavor, pânico e ansiedade. Mas quanto as estresse eu diria que se trata da consequência da ansiedade – ou seja o desgaste causado pela ansiedade pode gerar estresse.

- Quais os gatilhos mais comuns para que a ansiedade a se manifestar nas pessoas?

Psicóloga: A ansiedade pode ser gerada por tudo o que  pode causar danos. Estes danos podem ser físicos, emocionais, financeiros, etc.
Por outro lado a ansiedade patológica é causada por elementos que não deveriam causar dano, por exemplo, algumas pessoas sentem-se incrivelmente ansiosas ao entrarem no metro, outras deixam de prestar concursos devido a ansiedade de fazer provas.
Ou seja , a ansiedade patológica pode ser causada por elementos inofensivos, e sendo assim qualquer coisa pode causar ansiedade.

- Por que pessoas ansiosas tem um branco na mente e esquecem o que iam dizer?

Psicóloga: Isso pode acontecer quando suas mentes ficam sobrecarregadas de pensamentos disfuncionais como por exemplo “vou dar manacada, vão me achar ridículo, não vou conseguir, etc”.

- Todo mundo está passível de ficar um pouco ansioso... Como reconhecer se esta ansiedade está se tornando um problema mais grave? Quais são os sintomas?

Psicóloga: Quando há prejuízos de alguma ordem (pessoal, social, financeira, etc) Ou seja se a pessoa está deixando de fazer coisas, ir a lugares, tentar promoção no emprego, etc.

- E existem perfis de pessoas no geral, que são predispostos a ansiedade? (Por sexo, idade, região onde vivem...)

Psicóloga: Costumamos considerar que pessoa que moram nas cidades teriam mais ansiedade do que as pessoas que moram no campo. Não conheço pesquisas que comprovem tais hipóteses.

- Quais as consequências mentais de se estar em um estado de ansiedade extremo?

Psicóloga: O estresse. O desgaste emocional pode passar também a um desgaste físico.

- Quais são os principais transtornos de ansiedade? Poderia explicar a diferença entre cada um deles, por favor?

Psicóloga: Há alguns mas os que eu recebo em meu consultório com mais frequencia seria: Sindrome do pânico – TOC – repetição de comportamentos. TAG – Transtorno de ansiedade generalizada.

- Apesar de depressão e ansiedade serem opostas em alguns de seus sintomas, podem esta correlacionadas? Uma pessoa com depressão pode apresentar sintomas de ansiedade e vice-versa?

Psicóloga: Sim. Normalmente os ansiosos podem se tornar depressivos, pois a visão de si mesma costuma ser muito negativa.

- Como os transtornos psiquiátricos relacionados à ansiedade são diagnosticados? Existem exames específicos para identificá-los? Quais?

Psicóloga: Não há exames físicos. O diagnóstico é feito através dos relatos referentes ao comportamento e sentimento do paciente.

- Quais mudanças de hábitos no dia a dia podem ajudar a reduzir a ansiedade? Eu modificações podem ser feitas no cotidiano para isso? Descreva, por favor.

Psicóloga: O que percebo que pode ajudar na ansiedade seria lidar com os pensamentos disfuncionais causadores da ansiedade. Por exemplo, a pessoa que não consegue falar nas reuniões de trabalho devido sua ansiedade pode aprender a identificar quais pensamentos estão bloqueando e boicotando suas chances de crescimento profissional.

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia  ou psicoterapia  oferecida por um psicólogo

Marisa de Abreu Alves Psicóloga - CRP 06/29493-5

 

agende sua comsulta Escolha aqui seu Psicologo
Quanto custa a psicoterapia e informações gerais


Consulta com psicólogo - Agende aqui


*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.

Entrevistas Cedidas

Agende uma Consulta

marcar_consulta

Cómo chegar

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968, São Paulo ( Veja o mapa )

Unidade II: Rua Frei Caneca, 33, São Paulo ( Veja o mapa )

Fone central: (11) 3262-0621

Compartilhe!