Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Av. Paulista) São Paulo / Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 - Centro, São Paulo / Fone central: (11) 3262-0621

Psicopata

AddThis Social Bookmark Button
O psicopata é antes de tudo um agressor que pode ferir tanto com palavras como com seus atos. As agressões costumam ser sutis, pois normalmente o psicopata é muito inteligente.
Mesmo durante os períodos em que não ocorre violência física, apenas verbal ou moral, a pessoa agredida vive tensa e assustada devido às táticas de terror psicológico por parte do psicopata.
Normalmente o que mantém estes relacionamentos são uma série de crenças disfuncionais que acabam “ajudando” o sociopata, como por exemplo “A culpa é minha, eu fiz ele(a) me agredir”, “A responsabilidade de manter a família unida é minha, portanto eu devo agüentar”, “Eu jamais conseguiria sobreviver sem ele(a)”.
Sou dominado por ele (ela)
Esta é a frase mais comum na boca das pessoas que convivem com o psicopata: “Sou um joguete na mão dele” (ou dela). O que é ser um joguete? É se deixar levar pela lábia daquela pessoa com carinha de santa, que chega dizendo palavras bonitas, até tristes que encantam, mas depois de um tempo essa pessoa te atropela.
É aquele que chega bonzinho dizendo que te ama, mas depois que tiver sua confiança só dará mancadas, como por exemplo não aparece, te trai, ou até se torna agressivo mesmo, diz desaforos e tudo mais, e você pensa “mas ele não era assim”,
Este texto foi elaborado pra você identificar os psicopatas da sua vida.
Psicopata - Sociopata - Anti-social
Psicopata é o nome popular que identifica a pessoa com Transtorno de personalidade anti-social.
Este texto não tem nenhuma intenção de oferecer tratamento para estes pessoas, porque eles não vão e não aceitam ser tratados - pois simplesmente eles se consideram os melhores em tudo, são donos da razão e da verdade.
Este texto é voltado para as pessoas que convivem com o psicopata. São estas as pessoas que sofrem, são elas que entram em depressão, e o pior, muitas vezes não conseguem se livrar desse personagem da vida delas.
Você deve estar se perguntando “O que? Quem é que convive com um psicopata e não se manca que o cara é prejudicial?” Eu te respondo: A maioria, porque o psicopata consegue ser envolvente.
Lembram  do caso da Eloá, a menina que foi assassinada pelo namorado que “a amava”, se você não se lembrar especificamente deste caso, vai lembrar de outros e são muitos, que são parecidos, ..e uso a “amor” palavra colocando entre aspas, porque isso não é amor. Ele é um psicopata. E ela estava tão envolvida com ele que, apesar de já ter apanhado dele algumas vezes continuava o relacionamento, Porque uma pessoa que apanha do outro continua a conviver com ele? Muitas vezes a surra é física, outras a surra é emocional. Porque o bendito é envolvente! Diz coisas que é até gostoso de ouvir. Diz que vai ser diferente, que ele vai mudar, que ele está se esforçando, só que na prática não acontece nada.
Como é o comportamento do psicopata
O psicopata tende a ser muito ciumento. É possessivo. E como tem muita gente que confunde ciúmes com amor, acaba se deixando levar, acha que se o outro está tão preocupado, se fica ligando pra saber onde você está, com quem, que horas volta, e você acaba achando que isso só pode ser amor. Aí você se encanta com a pessoa. “olha como ele me ama”. Ama nada, ele é possessivo. E sentimento de posse é muito diferente de amor.
Vejam bem, nem todo psicopata é um assassino. Mas que tem uma maldade dentro deles que envena quem está por perto, isso tem. Sabe aquela pessoa que te suga, te deixa até fraco, sem resistência? Ele é craque nisso. Se faz de vítima, você fica com dó dele. Mas vamos e venhamos, ele é simpático, é charmoso, mas é manipulador.
E tem dois extremos... ou é a pessoa que nunca tem dinheiro pra nada e se bobear você acaba pagando todas as contas dele, ou ele é muito bem sucedido financeiramente. É bem sucedido porque sabe levar todo mundo no bico.
O psicopata não admite que errou. A culpa é sempre do outro. E faz as pessoas se sentirem culpadas. Se você convive com um psicopata, sem saber que é esse o perfil dele, é possível que você já tenha se redimido de muita coisa que você não fez. Ele te convence que foi você que o provocou, que foi você que errou, que você só dá mancada.
No ambiente de trabalho ele costuma ser muito simpático, é amigo de todo mundo. Mas não leva muito tempo ele chama alguém de canto e começa a soltar boatos.. começa a falar das pessoas , ele tem certeza que fulano é falso, que está roubando a empresa, mas ele é o bonzinho, ele quer o bem da empresa e dos amigos, mas é ele que está espalhando esses boatos, falsos.
Se você falar algo íntimo seu, se cuida! Porque ele pode usar a sua  informação, aquela que você contou em confidência, ele usa contra você mesmo,. pra te manipular.
O psicopata sabe ser agressivo, e não tem remorso. Diz coisas absolutamente cortantes, e continuam se achando cheio de razão. Ele quer tudo de você, você vai dando, porque ele é tão charmoso, carente, te elogia tanto, você se sente tão valorizada perto dele, mas tente um dia negar alguma coisa! Você tá frito.
Como identificar se essa pessoa com quem você convive é um psicopata?
Dicas: Veja se ele é incoerente nas informações que dá sobre ele mesmo, ou se conta uma coisa que não bate muito com as outras, por exemplo, ela diz que tem 10 anos de experiência numa empresa, só que essa empresa só existe há 5 anos. Ou se só fala coisas muito superficiais, informações fracas que não te ajudam conhecê-lo. Ou se ele diz coisas muito fantásticas sobre ele, normalmente ele conta um currículo excepcional, fala idiomas, é formado pela melhor faculdade, mas você nunca viu um amigo dessa faculdade, nunca viu o diploma, veja se você percebe que ele tenha conhecimento nessa área que ele diz que se formou, diz que é engenheiro, veja se ele sabe usar termos de engenharia, mas cuidado porque muitas vezes ele escorrega feito sabão, e vira o jogo, diz que você é que é impertinente perguntando coisas chatas.
Veja se ele é do tipo “pavio curto”, estoura, grita, é impulsivo, nunca pensa antes de agir. E depois diz que foi você  que provocou, ele diz que é só você não provocá-lo que ele não estoura, ou seja , a culpa é sua.
O psicopata gosta de status, ele quer desfrutar do bom e do melhor, mas, muitas vezes, não quer bancar, dá até um jeitinho pra demonstrar que se sente mal por você pagar todas as contas,
Veja se essa pessoa que te faz de joguete na mão dele te convence que o mundo é injusto com ele, que ninguém consegue compreende-lo, todo mundo o persegue, todo mundo tem inveja dele,
Como eu disse, nem pense em ligar pra mim e marcar consulta pra essa pessoa. Ele vai achar que você o está perseguindo também .
Minha preocupação é com a pessoa que convive com ele, e pode ser você.
Cuidado
O psicopata não acha que tem nada de errado mas, o coitado do ser humano que cair nas mãos sedutoras dessa pessoa tem muita chance de se encantar, de se envolver, e quando vai ver a vida já está uma lama só. Muitas vezes se passam anos, e por mais que apronte ele conseguiu te envolver emocionalmente,e você tem dó, você acha que está apaixonada, e acha que ele te ama também, acha que essa atenção toda que ele te dá é amor. Mas Não é.
A minha dica é: saia dessa. Abra os olhos. Se não consegue sozinha procure ajuda profissional, um psicologo lhe orientará quanto a reconhecer suas reais necessidades e capacidades para que você consiga entender e até sair desse relacionamento.
O psicopata - termo do uso comum para o Transtorno de personalidade Anti-Social - costuma apresentar uma aparência muito inofensiva (como na simpática figura ao lado) mas  é antes de tudo um agressor que pode ferir tanto com palavras como com seus atos. As agressões costumam ser sutis, pois normalmente o psicopata é muito inteligente.
Mesmo durante os períodos em que não ocorre violência física, apenas verbal ou moral, a pessoa agredida vive tensa e assustada devido às táticas de terror psicológico por parte do psicopata.
Normalmente o que mantém estes relacionamentos são uma série de crenças disfuncionais que acabam “ajudando” o sociopata, como por exemplo “A culpa é minha, eu fiz ele(a) me agredir”, “A responsabilidade de manter a família unida é minha, portanto eu devo agüentar”, “Eu jamais conseguiria sobreviver sem ele(a)”.

Sou dominado por ele (ela)

Esta é uma frase comum emitida por pessoas que convivem com um psicopata: “Sou um joguete na mão dele” (ou dela). O que é ser um joguete? É se deixar levar pela conversa daquela pessoa com aspecto de santa, que chega dizendo palavras bonitas, até tristes que encantam, mas depois de um tempo essa pessoa te atropela.
Costuma ser aquele que chega bonzinho dizendo que te ama, mas depois que tiver sua confiança poderá dar muitas mancadas, como por exemplo não aparece, te trai, ou até se torna agressivo, diz desaforos e você pensa “ele não era assim”.
Não significa que todas as pessoas que tiverem este comportamento são psicopatas, não se assuste nem se adiante em considerar patologico alguem que tiver reações fortes em dados momentos de sua vida, muitas vezes a pessoa está passando por um período de instabilidade emocional, ms esta instabilidade pode ser trabalhada em psicoterapia e há muita chance desta pessoa melhorar em muito seus comportamentos e sentimentos.

Psicopata - Sociopata - Anti-social

Este texto não tem nenhuma intenção de assustar as pessoas que possam estar convivendo com psicopatas mas de mostrar que muitas vezes alguém pode estar se culpando por relacionamentos que não dão certo mas a culpa não é sua e sim deste companheiro (a) que pode apresentar um comportamento deturpado - pois simplesmente eles se consideram os melhores em tudo, são donos da razão e da verdade.
Este texto é voltado para as pessoas que convivem com o psicopata. São estas as pessoas que sofrem, são elas que entram em depressão, e o pior, muitas vezes não conseguem se livrar desse personagem da vida delas.
Você deve estar se perguntando “O que? Quem é que convive com um psicopata e não se manca que o cara é prejudicial?” Eu te respondo: A maioria, porque o psicopata consegue ser envolvente.
Lembram  do caso da Eloá, a menina que foi assassinada pelo namorado que “a amava”, se você não se lembrar especificamente deste caso, vai lembrar de outros casos de amor e são muitos parecidos, ..e uso a “amor” palavra colocando entre aspas, porque isso não é amor. Muitas vezes as moças estão tão envolvidas que, apesar de já terem até sofrido agressões fisicas algumas vezes continuam o relacionamento. Porque uma pessoa que apanha do outro continua a conviver com ele? Muitas vezes a surra é física, outras a surra é emocional. Porque esta outra pessoa é muito envolvente! Diz coisas que é até gostoso de ouvir. Diz que vai ser diferente, que ele vai mudar, que ele está se esforçando, só que na prática não acontece nada.

Comportamento do psicopata

O psicopata tende a ser muito ciumento e possessivo. Como tem muita gente que confunde ciúmes com amor, acaba se deixando levar, acha que se o outro está tão preocupado, se fica ligando pra saber onde você está, com quem, que horas volta, e algumas pessoas acabam achando que isso só pode ser amor. Isso pode encantar a pessoa. “olha como ele me ama”. Muitas vezes não é amor, é posse. E sentimento de posse é muito diferente de amor.
Nem todo psicopata é um assassino, mas muitas vezes ele pode ser aquela pessoa que te suga, te deixa até fraco, sem resistência?  Se faz de vítima, você fica com dó dele. Mas vamos e venhamos, se ele é simpático, é charmoso e manipulador fica dificil de entender.
O psicopata pode ter dois extremos... ou é a pessoa que nunca tem dinheiro pra nada e se bobear você acaba pagando todas as contas dele, ou ele é muito bem sucedido financeiramente. É bem sucedido porque sabe levar todo mundo no bico.
O psicopata muitas vezes não admite que errou. A culpa é sempre do outro. E faz as pessoas se sentirem culpadas. Se você convive com um psicopata, sem saber que é esse o perfil dele, é possível que você já tenha se redimido de muita coisa que você não fez. Ele te convence que foi você que o provocou, que foi você que errou, que você só dá mancada.
No ambiente de trabalho ele costuma ser muito simpático, é amigo de todo mundo. Mas não leva muito tempo ele chama alguém de canto e começa a soltar boatos.. começa a falar das pessoas , ele tem certeza que fulano é falso, que está roubando a empresa, mas ele é o bonzinho, ele quer o bem da empresa e dos amigos, mas é ele que está espalhando esses boatos, falsos.
Se você falar algo íntimo seu, se cuida! Porque ele pode usar a sua  informação, aquela que você contou em confidência, ele usa contra você mesmo,. pra te manipular.
O psicopata pode ser agressivo, e não tem remorso. Pode dizer coisas absolutamente cortantes, e continuam se achando cheio de razão. Ele quer tudo de você, você vai dando, porque ele é tão charmoso, carente, te elogia tanto, você se sente tão valorizada.
Incoerente nas informações que fornece sobre ele mesmo, ou se conta uma coisa que não bate muito com as outras, por exemplo, ela diz que tem 10 anos de experiência numa empresa, só que essa empresa só existe há 5 anos. Ou se só fala coisas muito superficiais, informações fracas que não te ajudam conhecê-lo. Ou se ele diz coisas muito fantásticas sobre ele, normalmente ele conta um currículo excepcional, fala idiomas, é formado pela melhor faculdade, mas você nunca viu um amigo dessa faculdade, nunca viu o diploma, veja se você percebe que ele tenha conhecimento nessa área que ele diz que se formou, diz que é engenheiro, veja se ele sabe usar termos de engenharia, mas cuidado porque muitas vezes ele escorrega feito sabão, e vira o jogo, diz que você é que é impertinente perguntando coisas chatas.
Veja se ele é do tipo “pavio curto”, estoura, grita, é impulsivo, nunca pensa antes de agir. E depois diz que foi você  que provocou, ele diz que é só você não provocá-lo que ele não estoura, ou seja , a culpa é sua.
O psicopata gosta de status, ele quer desfrutar do bom e do melhor, mas, muitas vezes, não quer bancar, dá até um jeitinho pra demonstrar que se sente mal por você pagar todas as contas,
Veja se essa pessoa que te faz de joguete na mão dele te convence que o mundo é injusto com ele, que ninguém consegue compreende-lo, todo mundo o persegue, todo mundo tem inveja dele,
Como eu disse, nem pense em ligar pra mim e marcar consulta pra essa pessoa. Ele vai achar que você o está perseguindo também .
Claro que não é possível fazer um diagnóstico apenas observando informalmente, toda pessoa com algum transtorno picológico só terá o diagnóstico depois de devidamente atendida por um psicologo ou psiquiatra.

Ajuda

Caso não consiga lidar  sozinho com uma pessoa difícil em sua vida procure ajuda profissional, um psicologo lhe orientará quanto a reconhecer suas reais necessidades e capacidades para que você consiga entender e até sair desse relacionamento se for necessário.
Por Marisa de Abreu - Psicóloga

Gostará de ler também:

influencia paisInfluência dos pais

 

 

inteligencia emocionalInteligência emocional

agende sua comsulta Escolha aqui seu Psicologo
Quanto custa a psicoterapia e informações gerais


Consulta com psicólogo - Agende aqui


*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.

Dicas e Tratamentos

Agende uma Consulta

marcar_consulta

Cómo chegar

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968, São Paulo ( Veja o mapa )

Unidade II: Rua Frei Caneca, 33, São Paulo ( Veja o mapa )

Fone central: (11) 3262-0621

Compartilhe!