Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Av. Paulista) São Paulo / Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 - Centro, São Paulo / Fone central: (11) 3262-0621

Solidão e Timidez

AddThis Social Bookmark Button
Solidão e Timidez
Definição de solidão
Solidão é a discrepância entre os níveis de contatos sociais desejados e os conseguidos. Solidão é um estado emocional, não por estar só, mas por sentir-se só.
Solidão é um vazio existencial
Para sentir solidão você não precisa estar sozinho. Tem gente que está só mas com um diálogo interno tão bom que não sofre, até se diverte sendo boa companhia para si mesmo, pois encontrou sua força pessoal. Mas tem gente que está no meio da multidão com uma sensação de “ausência”, de perda de alguma coisa importante. Solidão, física ou emocional, é um sentimento  angustiante.
A solidão te faz perguntar que sentido a vida tem? Pra que estar aqui nesse mundo? Fazendo o que?
São perguntas que ficam sem respostas, mas só enquanto você não desenvolver sua capacidade de gerar companhia, nem que seja sua própria companhia.
A angústia da solidão é um alerta, é um sinal de que você precisa amadurecer, se conhecer melhor e aprender caminhos de superação.
Solidão tem tudo a ver com sensação de abandono. A solidão faz você pensar que Deus não tem consideração. Na solidão você sem sente um estranho para você mesmo.
Estamos em uma cultura que valoriza demais o fato de estar em grupos. A TV mostra o tempo todo pessoas felizes sempre rodeadas de gente. Isso provoca sofrimento psicológico para a pessoa que optou por ficar fazendo companhia para si mesmo, e essa é a palavra mágica opção. Se você estiver sozinho por opção sincera, está tudo bem - não há sofrimento. Mas mentir para você mesmo e dizer que está sozinho porque quer, quando na realidade você está sozinho porque não teve outro jeito - está colocando o lixo debaixo do tapete, não está assumindo que tem um problema.
Fazer amigos: Antídoto para Solidão
O antídoto para solidão - tudo na vida tem solução - é o amigo. Amizade sincera, leve, amizade que não gera obrigação. Amigos não são necessariamente pessoas de sua família, pois eles nem sempre te confortam quando você se sente solitário. Família tende a ser um pouco mais cobradora, menos perspicaz com suas fragilidades. Amigo é aquela pessoa que você se sente à vontade para ligar a qualquer hora e perceber que pode se abrir “eu tô mal, preciso que você fique comigo agora” e ele fica.
Um namorado pode ou não ser seu amigo. O ideal é quando ele é seu amigo. Marido pode não ser amigo, mas é muito melhor quando ele é seu amigo. Amigo te chama de linda até quando você está descabelada, você sabe que não é verdade, mas mesmo assim adora ouvir. Marido, filho, é uma coisa, mas amigo é como um amor, mas sem ciúmes, sem mágoas guardadas, com amigo você briga agora e daqui a pouco já está conversando normalmente.
Timidez
E se você faz parte daquele grupo de pessoas que tem uma baita dificuldade em fazer amigos? E se você for tímido? Esse é o grande entrave.
Primeiro vamos identificar se você é mesmo tímido. Para auto avaliaçao me diga, este é um pensamento comum em sua cabeça?: “Hi, tá todo mundo me olhando”, ou “Ah meu Deus... eu só disse bobagens” ou “Que adianta ir na festa se eu vou entrar e sair sozinho, ninguém vai conversar comigo”.
Se este é o tipo de pensamento que passa na sua cabeça, então você é tímido. O tímido é ansioso, sente confusão, embaraço, vergonha, sente aquele aperto no estômago, quando precisa falar com as pessoas.
Como o tímido pode vencer a solidão
Para superar a solidão e fazer amigos, ter relacionamentos, melhorar sua auto-estima você precisa em 1º lugar entender esse problema. Entendendo a timidez você dá o 1º passo. Usar essas informações a seu favor será o segundo e grande passo.
Causas da timidez
Problemas familiares causam timidez, divórcio, violência na família, o fato de ser filho adotivo, pais super protetores que não permitem que o filho treine ter relacionamentos fora de casa, ou pais muito severos, muito exigentes, ou brigas em casa. Outras pessoas são tímidas porque nasceram assim, elas tem uma característica de personalidade que é própria delas, ou porque pertencem a um tipo de cultura, a japonesa, por exemplo, onde as pessoas são mais introvertidas, ou quando a pessoa tem um problema físico, como acne, obesidade, etc.
A mídia ajuda muito, ou, aliás, seria melhor dizer atrapalha muito. Tudo quanto é propaganda de guaraná, sabão em pó, cerveja, seja o que for mostra as pessoas felizes pulando na praia, todos em grupos. Parece que é uma imposição “você tem que ter amigos, muitos amigos, um ou dois não basta, você tem que ter muitos”. Quem está sozinho sente que jamais vai conseguir porque ele já fez de tudo, já tomou o guaraná da propaganda, já usou o sabão em pó, já escovou os dentes com aquelas pasta que vai fazer todo mundo querer ficar pertinho de você e, nada deu resultado - continua só, então parece que isso não tem solução, mas só parece porque tem solução sim.
Insegurança e inadequação
Um ponto comum a todo tímido é a sensação de insegurança e inadequação. Um tímido me contou: “Toda vez que eu tenho que me relacionar com alguém que não é da minha família eu me sinto bloqueado. Principalmente se eu souber que a pessoa é de um nível social, ou econômico superior do meu, eu tenho medo de fazer feio, de não conseguir falar as coisas certas”.
O que trava o tímido
É a excessiva atenção que ele dá do julgamento dos outros. É o pensamento do tipo “tão olhando para mim, tão me achando uma boba, tão achando que eu só falo bobagem, cheguei na hora errada, eu to incomodando”, mas sabemos que na grande maioria das vezes esse tipo de pensamento não está correto.
Tem cura para timidez?
Tem. O tratamento é bem objetivo, pois tem que atingir a raiz do problema, que é a dificuldade em conviver tranquilamente em um grupo. O tímido sofre de solidão. A terapia cognitiva é bem prática. O psicólogo  treina habilidades sociais. Treina iniciar conversas. Treina formas de se tranqüilizar diante de situações sociais. Treina para que a pessoa fique à vontade com outras pessoas. Isso é o trabalho comportamental da terapia. É a modificação de atitudes.
A outra parte da terapia cognitiva é o trabalho que o psicólogo faz com os pensamentos terroristas. Por exemplo: é muito comum na pessoa que sofre de solidão por ser tímida fazer uma avaliação muito negativa de si mesma. Ela pensa que não é interessante, que não é bonita, que não é inteligente, esse pensamento a deixa bloqueada quando está diante de outras pessoas. Imagine, se você acreditar que o outro é tão mais bacana que você, e que não vai querer papo contigo, é aí que você vai se trancar mesmo. Mas a gente sabe que em quase 100% das situações esse pensamento não é correto. Quantas e quantas vezes não aconteceu de ter duas pessoas querendo se conhecer, querendo conversar, mas ninguém tomou a iniciativa porque achou que o outro não a achava interessante o suficiente?
Como funciona a terapia
Na terapia o psicólogo trabalha a auto-aceitação.Tem gente que acha que é gravíssimo ficar vermelha na frente dos outros, mas sabemos que ninguém desconsidera o outro, olha de uma forma negativa a pessoa que ficou corada ou que se sente envergonhada. Na realidade ninguém liga. Então o 1º passo na terapia é fazer a pessoa “descentrar-se”, ou seja, fazer com que ela não fique se auto observando tanto. Porque a tendência do tímido é essa. É ficar se auto-avaliando o tempo todo “Será que eu estou bem, será que falei certo, será que a camisa combina com a calça, tenho que colocar a mão no bolso ou na cintura?”.
A intervenção na terapia é no sentido de ajudar a pessoa a “não se ver com os próprios olhos” mas com olhos dos outros, porque os outros são menos severos com você do que você mesmo. Acredite se quiser, mas o tímido é um carrasco com ele mesmo, ele se cobra, se exige muito mais do que os outros cobram dele.
Outra frente de trabalho na terapia é focar os aspectos cognitivos, ou seja, trabalhar além do comportamento manifesto, trabalhar o conteúdo mental. Trabalhar as crenças que essa pessoa foi formando ao longo da sua vida.
A terapia trabalha no sentido de descobrir e reavaliar as suas crenças pessoais que estão te deixando tímido e solitário.
Formas erradas de lidar com a Timidez
A terapia também serve para que a pessoa não caia no que a gente chama de “extroversão liquida”, que é quando a pessoa usa o álcool para ficar mais extrovertida, como todo mundo sabe a bebida não só não resolve o problema cria mais um, o vício.
Outra estratégia que as pessoas usam para se sentirem melhores é mudar a aparência, é claro que se você fizer uma plástica você vai ficar mais bonita, mas é só, eu já acompanhei muitos e muitos casos que depois da plástica, do regime, a pessoa percebe que a cabeça continua a mesma, é claro, a plástica nos pensamentos é possível, mas não é com o cirurgião que é feita, esse trabalho é do psicólogo.
Há quem se entrega a relacionamentos só virtuais, como é moda hoje. Tem o lado bom, mas devemos ficar sempre alerta para que você não substitua uma pessoa de carne e osso por alguém que diz o que quer na internet.
Às vezes percebemos pessoas que mentem para si mesmo, e até acabam acreditando na própria mentira. Tem gente que diz que está sozinha porque as pessoas hoje em dia têm muitos defeitos. Defeitos com os quais ela não suporta conviver. Tem gente que diz que prefere ficar sozinho a ter que conviver com gente que não seja religiosa, ou com quem não seja vegetariano. Prefere ficar só a ter que conviver com capitalistas? Ter que conviver com consumistas? Pare um instante. Se ouça um pouco. Veja se tudo isso não são desculpas que de tanto que você repetir acabou acreditando nelas.
Porque as pessoas contam essas mentiras? Por que acham que o  problema da solidão é insolúvel. Que não tem o que fazer. Então já que não dá pra resolver o problema da solidão vamos disfarçar o problema e dizer que ficamos sós porque não tem mais ninguém na face da terra que possa ser boa companhia.
Dicas para sair da solidão
Se você é solitário e não fala de você mesmo, não se abre, saiba que isso faz com que as outras pessoas também se fechem.
Se você tem um estilo de interação centrado em você mesmo, e responde pouco às outras pessoas, ou seja, faz poucas perguntas pessoais, não segue o tema da conversa da outra pessoa, dá respostas muito curtas, saiba que a outra pessoa não vai se esforçar pra ter sua companhia.
O solitário é muito passivo, não sabe ser assertivo, ele acha que tem que se calar pra preservar o relacionamento, mas muitas vezes quanto mais ele se cala pior a coisa vai ficando.
Se você não confia nas outras pessoas muitas vezes terá a sensação de que vai ser deixado pra trás, de que vão lhe dar uma rasteira, vão mentir e iludir, tudo isso fará de você uma pessoa defensiva, e irá se defender tanto que no fim estará em casa chorando por estar sozinha.
Outro comportamento destrutivo do solitário é não dar sinais claros de que gostou de uma coisa, um lugar, uma pessoa. Se você costuma dizer apenas “eu gostei...” e acha que com isso sua mensagem já foi transmitida saiba que quem ouve não percebe uma verdadeira emoção de sua parte. Se você for  indiferente você mesmo impedirá que se crie a “cola” que une as pessoas. O nome desta “cola” é a “emoção”.  A sua indiferença não permite que outras pessoas se liguem a você.
Outro defeito é falar muito lentamente quem ouve fica meio sem paciência ou falar muito pouco ou falar demais o que também tira a paciência do outro de continuar conversando  e você  acaba ficando sozinho.
Sorrir muito pouco - o solitário em geral é o fica com a cara fechada. As pessoas “respeitam” quem está demonstrando publicamente que quer ficar só, mas preste atenção: você não quer ficar só. Mas é essa mensagem que está passando.
Você tem iniciativa para começar uma conversa com as outras pessoas? Ou, fica só ali parado esperando que o outro comece o papo? Evita o contato visual, também não olha para as pessoas diretamente ou por vergonha ou por que aprendeu na infância que é feio ficar olhando para as pessoas, você  exagera nessa orientação e não olha para mais ninguém aliás? É muito comum que as coisas que a gente aprendeu na infância acabem atrapalhando nossa vida social hoje tem alguns estilos de educação muito rigorosos que deixaram as pessoas travadas socialmente.
Aspectos cognitivos - os pensamentos do solitário
O solitário tende a desanimar, acha-se tímido ansioso e põe a culpa em características de personalidade,  acha que nasceu tímido vai morrer tímido, quando a gente sabe que não é assim, a terapia é uma prova de que você pode mudar, é um mecanismo pra você  vencer essas dificuldades.
O que acontece é que muita gente continua solitária porque não treinou empatia.
Empatia
É a capacidade de perceber a outra pessoa. Você desenvolveu a capacidade de perceber os sentimentos das outras pessoas? Seus interesses, suas necessidades? A pessoa que não passou por esse treino não consegue se ligar a ninguém mesmo porque ela não percebe o outro como um ser humano completo aí a tendência é ir repetindo os fracassos fez uma coisa que deu muito errado tentou entrar num grupo e conversar com as pessoas como não deu certo ela se fixa no seu fracasso não aprende com os erros do passado e na próxima oportunidade faz tudo igualzinho de novo.
O solitário em geral se preocupa demais com a avaliação dos outros: o que os outros vão pensar o que os outros vão pensar de mim? Será que vão gostar de mim será que vão querer que eu vá embora?
Aspectos emocionais
Não há como negar a solidão é uma experiência desagradável as emoções sentidas por quem está sofrendo de solidão são: ansiedade, tensão, inquietação e muitas vezes a pessoa se torna hostil acaba sendo agressiva com as pessoas e é uma agressividade que vem como resultado da depressão que ela está sentindo.
Solidão provocada pelas circunstâncias da vida
Por exemplo, você terminou um namoro, divorciou-se ou separou-se do seu grupo, teve que mudar de cidade ou seus filhos saíram de casa porque se casaram ou foram estudar fora.
Mudança de status: você foi promovido no trabalho e os que eram seus colegas com quem você se relacionava de igual para igual agora são seus subordinados. Isso separa as pessoas, fisicamente ainda estão todos,  mas você perdeu os laços emocionais, de amizade, agora sua postura tem que ser outra. Seu papel é outro.
A aposentadoria também te separa do mundo que você conhecia tão bem seus amigos vão se distanciando porque agora vocês já não têm mais aquele ponto em comum como conversar sobre o trabalho quando você está longe desse meio? Vai falar sobre o que?
Assumir novos papéis na sua vida também pode te jogar num estado de solidão por exemplo: você casou, agora já não dá mais para ter o mesmo contato com seus amigos, ou as amigas solteiras ficaram diferente, por mais que você se empenhe os interesses são outros.
Você teve um filho, agora o tempo que você tinha para ficar com seus amigos será todo destinado a cuidar dele. Happy hour depois do trabalho nem pensar, o negocio é correr pra casa e fazer mamadeira ou botar criança pra dormir.
Solidão x Depressão
Solidão provoca depressão, mas também a depressão provoca solidão. Independente de quem tenha nascido primeiro, as duas andam de mãos dadas.
Por Marisa - Psicóloga
Leia também sobre Medo clicando Aqui
Leia também sobre Fobias clicando AQUI
Leia também sobre Fobia Específica clicando AQUI
Leia também sobre Tratamento para timidez/Fobia Social clicando AQUI
Leia também sobre Timidez/Fobia Social clicando AQUI
Leia também sobre Sociofobia/Fobia Social/ Timidez – Como lidar com isso AQUI

Solidão é...

Solidão é a discrepância entre os níveis de contatos sociais desejados x efetivados. Solidão é um estado emocional, não por estar só, mas por sentir-se só.

Solidão é um vazio existencial

Para sentir solidão você não precisa estar sozinho. Tem gente que está só mas com um diálogo interno tão bom que não sofre, até se diverte sendo boa companhia para si mesmo, pois encontrou sua força pessoal. Mas tem gente que está no meio da multidão com uma sensação de “ausência”, de perda de alguma coisa importante. Solidão, física ou emocional, é um sentimento  angustiante.
A solidão te faz perguntar que sentido a vida tem? Pra que estar aqui nesse mundo? Fazendo o que?
São perguntas que ficam sem respostas, mas só enquanto você não desenvolver sua capacidade de gerar companhia, nem que seja sua própria companhia.
A angústia da solidão é um alerta, é um sinal de que você precisa amadurecer, se conhecer melhor e aprender caminhos de superação.
Solidão tem tudo a ver com sensação de abandono. A solidão faz você pensar que Deus não tem consideração. Na solidão você sem sente um estranho para você mesmo.
Estamos em uma cultura que valoriza demais o fato de estar em grupos. A TV mostra o tempo todo pessoas felizes sempre rodeadas de gente. Isso provoca sofrimento psicológico para a pessoa que optou por ficar fazendo companhia para si mesmo, e essa é a palavra mágica opção. Se você estiver sozinho por opção sincera, está tudo bem - não há sofrimento. Mas mentir para você mesmo e dizer que está sozinho porque quer, quando na realidade você está sozinho porque não teve outro jeito - está colocando o lixo debaixo do tapete, não está assumindo que tem um problema.

Fazer amigos: Antídoto para Solidão

O antídoto para solidão é o amigo. Amizade sincera, leve, amizade que não gera obrigação. Amigos não são necessariamente pessoas de sua família, pois eles nem sempre te confortam quando você se sente solitário. Família tende a ser um pouco mais cobradora, menos perspicaz com suas fragilidades. Amigo é aquela pessoa que você se sente à vontade para ligar a qualquer hora e perceber que pode se abrir “eu tô mal, preciso que você fique comigo agora” e ele fica.
Um namorado pode ou não ser seu amigo. O ideal é quando ele é seu amigo. Marido pode não ser amigo, mas é muito melhor quando ele é seu amigo. Amigo te chama de linda até quando você está descabelada, você sabe que não é verdade, mas mesmo assim adora ouvir. Marido, filho, é uma coisa, mas amigo é como um amor, mas sem ciúmes, sem mágoas guardadas, com amigo você briga agora e daqui a pouco já está conversando normalmente.

Timidez

E se você faz parte daquele grupo de pessoas que tem uma baita dificuldade em fazer amigos? E se você for tímido? Esse é o grande entrave.
Primeiro vamos identificar se você é mesmo tímido. Para auto avaliaçao me diga, este é um pensamento comum em sua cabeça?: “Hi, tá todo mundo me olhando”, ou “Ah meu Deus... eu só disse bobagens” ou “Que adianta ir na festa se eu vou entrar e sair sozinho, ninguém vai conversar comigo”.
Se este é o tipo de pensamento que passa na sua cabeça, então você é tímido. O tímido é ansioso, sente confusão, embaraço, vergonha, sente aquele aperto no estômago, quando precisa falar com as pessoas.
Como o tímido pode vencer a solidão
Para superar a solidão e fazer amigos, ter relacionamentos, melhorar sua auto-estima você precisa em 1º lugar entender esse problema. Entendendo a timidez você dá o 1º passo. Usar essas informações a seu favor será o segundo e grande passo.

Causas da timidez

Às vezes problemas familiares causam timidez, divórcio, violência na família, pais super protetores que não permitem que o filho treine ter relacionamentos fora de casa, ou pais muito severos, muito exigentes, ou brigas em casa. Outras pessoas são tímidas porque nasceram assim, possuem uma característica de personalidade que é própria delas. Algumas pessoas são timidos porque pertencem a um tipo de cultura, a japonesa, por exemplo, onde as pessoas são mais introvertidas, ou quando a pessoa tem um problema físico, como acne, obesidade, etc.
A mídia ajuda muito, ou, aliás, seria melhor dizer atrapalha muito. Tudo quanto é propaganda de guaraná, sabão em pó, cerveja, seja o que for mostra as pessoas felizes pulando na praia, todos em grupos. Parece que é uma imposição “você tem que ter amigos, muitos amigos, um ou dois não basta, você tem que ter muitos”. Quem está sozinho sente que jamais vai conseguir porque ele já fez de tudo, já tomou o guaraná da propaganda, já usou o sabão em pó, já escovou os dentes com aquelas pasta que vai fazer todo mundo querer ficar pertinho de você e, nada deu resultado - continua só, então parece que isso não tem solução, mas só parece porque tem solução sim.
Insegurança e inadequação
Um ponto comum a todo tímido é a sensação de insegurança e inadequação. Um tímido me contou: “Toda vez que eu tenho que me relacionar com alguém que não é da minha família eu me sinto bloqueado. Principalmente se eu souber que a pessoa é de um nível social, ou econômico superior do meu, eu tenho medo de fazer feio, de não conseguir falar as coisas certas”.

O que trava o tímido

É a excessiva atenção que ele dá do julgamento dos outros. É o pensamento do tipo “tão olhando para mim, tão me achando uma boba, tão achando que eu só falo bobagem, cheguei na hora errada, eu to incomodando”, mas sabemos que na grande maioria das vezes esse tipo de pensamento não está correto.

Existe tratamento para timidez

O tratamento psicoterapeutico costuma ser  bem objetivo e pratico, pois tem que atingir a raiz do problema, que é a dificuldade em conviver tranquilamente em um grupo. O tímido sofre de solidão. O psicólogo  treina habilidades sociais, iniciar conversas, formas de se tranqüilizar diante de situações sociais. Treina para que a pessoa fique à vontade com outras pessoas. Isso é o trabalho comportamental da terapia. É a modificação de atitudes.
A outra parte da terapia cognitiva é o trabalho que do psicólogo com os pensamentos terroristas. Por exemplo: é muito comum na pessoa que sofre de solidão por ser tímida fazer uma avaliação muito negativa de si mesma. Ela pensa que não é interessante, que não é bonita, que não é inteligente, esse pensamento a deixa bloqueada quando está diante de outras pessoas. Imagine, se você acreditar que o outro é tão mais bacana que você, e que não vai querer papo contigo, é aí que você vai se trancar mesmo. Mas a gente sabe que em quase 100% das situações esse pensamento não é correto. Quantas e quantas vezes não aconteceu de ter duas pessoas querendo se conhecer, querendo conversar, mas ninguém tomou a iniciativa porque achou que o outro não a achava interessante o suficiente?

Como funciona a psicoterapia para a timidez

Na terapia o psicólogo trabalha a auto-aceitação.Tem gente que acha que é gravíssimo ficar vermelha na frente dos outros, mas sabemos que ninguém desconsidera o outro, olha de uma forma negativa a pessoa que ficou corada ou que se sente envergonhada. Na realidade ninguém liga. Então o 1º passo na terapia é fazer a pessoa “descentrar-se”, ou seja, fazer com que ela não fique se auto observando tanto. Porque a tendência do tímido é essa. É ficar se auto-avaliando o tempo todo “Será que eu estou bem, será que falei certo, será que a camisa combina com a calça, tenho que colocar a mão no bolso ou na cintura?”.
A intervenção na terapia é no sentido de ajudar a pessoa a “não se ver com os próprios olhos” mas com olhos dos outros, porque os outros são menos severos com você do que você mesmo. Acredite se quiser, mas o tímido é um carrasco com ele mesmo, ele se cobra, se exige muito mais do que os outros cobram dele.
Outra frente de trabalho na terapia é focar os aspectos cognitivos, ou seja, trabalhar além do comportamento manifesto, trabalhar o conteúdo mental. Trabalhar as crenças que essa pessoa foi formando ao longo da sua vida.
A terapia trabalha no sentido de descobrir e reavaliar as suas crenças pessoais que estão te deixando tímido e solitário.

Formas erradas de lidar com a Timidez

A terapia também serve para que a pessoa não caia no que a gente chama de “extroversão liquida”, que é quando a pessoa usa o álcool para ficar mais extrovertida, como todo mundo sabe a bebida não só não resolve o problema cria mais um, o vício.
Outra estratégia que as pessoas usam para se sentirem melhores é mudar a aparência, é claro que se você fizer uma plástica você vai ficar mais bonita, mas é só, eu já acompanhei muitos e muitos casos que depois da plástica, do regime, a pessoa percebe que a cabeça continua a mesma, é claro, a plástica nos pensamentos é possível, mas não é com o cirurgião que é feita, esse trabalho é do psicólogo.
Há quem se entrega a relacionamentos só virtuais, como é moda hoje. Tem o lado bom, mas devemos ficar sempre alerta para que você não substitua uma pessoa de carne e osso por alguém que diz o que quer na internet.
Às vezes percebemos pessoas que mentem para si mesmo, e até acabam acreditando na própria mentira. Tem gente que diz que está sozinha porque as pessoas hoje em dia têm muitos defeitos. Defeitos com os quais ela não suporta conviver. Tem gente que diz que prefere ficar sozinho a ter que conviver com gente que não seja religiosa, ou com quem não seja vegetariano. Prefere ficar só a ter que conviver com capitalistas? Ter que conviver com consumistas? Pare um instante. Se ouça um pouco. Veja se tudo isso não são desculpas que de tanto que você repetir acabou acreditando nelas.
Porque as pessoas contam essas mentiras? Por que acham que o  problema da solidão é insolúvel. Que não tem o que fazer. Então já que não dá pra resolver o problema da solidão vamos disfarçar o problema e dizer que ficamos sós porque não tem mais ninguém na face da terra que possa ser boa companhia.

Dicas para sair da solidão

Se você é solitário e não fala de você mesmo, não se abre, saiba que isso faz com que as outras pessoas também se fechem.
Se você tem um estilo de interação centrado em você mesmo, e responde pouco às outras pessoas, ou seja, faz poucas perguntas pessoais, não segue o tema da conversa da outra pessoa, dá respostas muito curtas, saiba que a outra pessoa não vai se esforçar pra ter sua companhia.
O solitário é muito passivo, não sabe ser assertivo, ele acha que tem que se calar pra preservar o relacionamento, mas muitas vezes quanto mais ele se cala pior a coisa vai ficando.
Se você não confia nas outras pessoas muitas vezes terá a sensação de que vai ser deixado pra trás, de que vão lhe dar uma rasteira, vão mentir e iludir, tudo isso fará de você uma pessoa defensiva, e irá se defender tanto que no fim estará em casa chorando por estar sozinha.
Outro comportamento destrutivo do solitário é não dar sinais claros de que gostou de uma coisa, um lugar, uma pessoa. Se você costuma dizer apenas “eu gostei...” e acha que com isso sua mensagem já foi transmitida saiba que quem ouve não percebe uma verdadeira emoção de sua parte. Se você for  indiferente você mesmo impedirá que se crie a “cola” que une as pessoas. O nome desta “cola” é a “emoção”.  A sua indiferença não permite que outras pessoas se liguem a você.
Outro defeito é falar muito lentamente quem ouve fica meio sem paciência ou falar muito pouco ou falar demais o que também tira a paciência do outro de continuar conversando  e você  acaba ficando sozinho.
Sorrir muito pouco - o solitário em geral é o fica com a cara fechada. As pessoas “respeitam” quem está demonstrando publicamente que quer ficar só, mas preste atenção: você não quer ficar só. Mas é essa mensagem que está passando.
Você tem iniciativa para começar uma conversa com as outras pessoas? Ou, fica só ali parado esperando que o outro comece o papo? Evita o contato visual, também não olha para as pessoas diretamente ou por vergonha ou por que aprendeu na infância que é feio ficar olhando para as pessoas, você  exagera nessa orientação e não olha para mais ninguém aliás? É muito comum que as coisas que a gente aprendeu na infância acabem atrapalhando nossa vida social hoje tem alguns estilos de educação muito rigorosos que deixaram as pessoas travadas socialmente.

Aspectos cognitivos - os pensamentos do solitário

O solitário tende a desanimar, acha-se tímido ansioso e põe a culpa em características de personalidade,  acha que nasceu tímido vai morrer tímido, quando a gente sabe que não é assim, a terapia é uma prova de que você pode mudar, é um mecanismo pra você  vencer essas dificuldades.
O que acontece é que muita gente continua solitária porque não treinou empatia.

Empatia

É a capacidade de perceber a outra pessoa. Você desenvolveu a capacidade de perceber os sentimentos das outras pessoas? Seus interesses, suas necessidades? A pessoa que não passou por esse treino não consegue se ligar a ninguém mesmo porque ela não percebe o outro como um ser humano completo aí a tendência é ir repetindo os fracassos fez uma coisa que deu muito errado tentou entrar num grupo e conversar com as pessoas como não deu certo ela se fixa no seu fracasso não aprende com os erros do passado e na próxima oportunidade faz tudo igualzinho de novo.
O solitário em geral se preocupa demais com a avaliação dos outros: o que os outros vão pensar o que os outros vão pensar de mim? Será que vão gostar de mim será que vão querer que eu vá embora?

Aspectos emocionais

Não há como negar a solidão é uma experiência desagradável as emoções sentidas por quem está sofrendo de solidão são: ansiedade, tensão, inquietação e muitas vezes a pessoa se torna hostil acaba sendo agressiva com as pessoas e é uma agressividade que vem como resultado da depressão que ela está sentindo.

Solidão provocada pelas circunstâncias da vida

Por exemplo, você terminou um namoro, divorciou-se ou separou-se do seu grupo, teve que mudar de cidade ou seus filhos saíram de casa porque se casaram ou foram estudar fora.
Mudança de status: você foi promovido no trabalho e os que eram seus colegas com quem você se relacionava de igual para igual agora são seus subordinados. Isso separa as pessoas, fisicamente ainda estão todos,  mas você perdeu os laços emocionais, de amizade, agora sua postura tem que ser outra. Seu papel é outro.
A aposentadoria também te separa do mundo que você conhecia tão bem seus amigos vão se distanciando porque agora vocês já não têm mais aquele ponto em comum como conversar sobre o trabalho quando você está longe desse meio? Vai falar sobre o que?
Assumir novos papéis na sua vida também pode te jogar num estado de solidão por exemplo: você casou, agora já não dá mais para ter o mesmo contato com seus amigos, ou as amigas solteiras ficaram diferente, por mais que você se empenhe os interesses são outros.
Você teve um filho, agora o tempo que você tinha para ficar com seus amigos será todo destinado a cuidar dele. Happy hour depois do trabalho nem pensar, o negocio é correr pra casa e fazer mamadeira ou botar criança pra dormir.

Solidão x Depressão

Solidão provoca depressão, mas também a depressão provoca solidão. Independente de quem tenha "nascido" primeiro, as duas andam de mãos dadas.

Gostará de ler também:

lidar criticasComo lidar com criticas

 

 

ser notada10 maneiras de ser notada

agende sua comsulta Escolha aqui seu Psicologo
Quanto custa a psicoterapia e informações gerais


Consulta com psicólogo - Agende aqui


*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.

Dicas e Tratamentos

Agende uma Consulta

marcar_consulta

Cómo chegar

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968, São Paulo ( Veja o mapa )

Unidade II: Rua Frei Caneca, 33, São Paulo ( Veja o mapa )

Fone central: (11) 3262-0621

Compartilhe!