Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Atendimento on-line ou presencial na região da Av Paulista. Rua Bela Cintra, 968. - (11) 3262-0621 - Agendamento pelo WhatsApp (11) 99787-4512

3 principais sintomas de Borderline

Borderline é um tipo de transtorno de personalidade. Os sintomas de um transtorno de personalidade podem variar de leves a graves e geralmente surgem na adolescência, persistindo na idade adulta. Veremos os principais sintomas borderline e como identificá-los para que você possa buscar orientação e ajuda profissional mais fácilmente.

O que é uma pessoa borderline?

O transtorno de personalidade borderline (ou limítrofe) é um transtorno mental complexo e sério caracterizado por um padrão generalizado de dificuldades com a regulação da emoção e controle dos impulsos e instabilidade nos relacionamentos e na autoimagem.

O transtorno borderline é um mosaico de sintomas menos acentuados de diversos transtornos como esquizofrenia, depressão, e transtorno bipolar.

A tradução de borderline é limítrofe e define, de modo geral, este quadro. Afetando emoções, comportamento e o mundo interior da pessoa, sua constituição individual no mundo, esse transtorno coloca a pessoa a beira de um colapso estrutural, do ponto de vista psicodinâmico.

A pessoa tem dificuldade em equilibrar-se afetiva e cognitivamente diante de relacionamentos com o seu mundo interno e externo. Sendo que ela não teve uma cisão na sua personalidade, como na esquizofrenia, um tipo de classificação da estrutura psicótica da personalidade, porém não encontra uma estrutura interior coesa o bastante em que se apoiar e investir.

Assim, essa economia íntima sofre de um desequilíbrio que leva a pessoa a apoiar, metaforicamente, um pé dentro e outro fora de si, a deixando próxima de uma ruptura psíquica.

É como se a pessoa vivesse num mundo de extremos, onde há somente o bem e o mal. Esses extremos ficam aparentes para a pessoa com transtorno borderline nos relacionamentos com outras pessoas. 

Na família, no namoro, escola ou trabalho ela tem reações que parecem exageradas à maioria, agindo sobre percepções de amor ou ódio vindo daquelas pessoas com quem se relaciona. Tais percepções são muitas vezes errôneas.

O transtorno costuma ser identificado em adultos jovens e os sintomas tendem a se tornar atenuados com o passar da idade.

Sintomas de transtorno de personalidade borderline

Os sintomas do transtorno de personalidade borderline podem ser agrupados em 4 áreas principais:

 

  • instabilidade emocional - o termo psicológico é desregulação afetiva
  • padrões perturbados de pensamento ou percepção - distorções cognitivas ou distorções perceptivas
  • comportamento impulsivo
  • relacionamentos intensos mas instáveis com os outros

 

3 principais sintomas de Borderline

 

  • A presença de diversas sensações, por vezes conflitantes, e geralmente manifestando tensão aversiva, incluindo raiva, tristeza, vergonha, pânico, terror e sentimentos crônicos de vazio e solidão.

  • Reatividade no humor: as pessoas com frequência mudam com grande rapidez de um estado a outro, passando por períodos disfóricos (com uma sensação de mal-estar, de desconforto, de ansiedade e/ou de tristeza constante) e eutímicos (com sentimentos de serenidade e paz, equilíbrio) ao longo de um dia.

  • Impulsividade: há aquelas que são deliberadamente autodestrutivas, que apresentam comportamento suicida, podendo apresentar automutilação, ameaças e tentativas de suicídio; outras pessoas manifestam formas mais gerais de impulsividade, caracterizadas pelo abuso de drogas, desordens alimentares, participação em orgias sexuais, explosões verbais e direção imprudente.

A maneira como lidam com relacionamentos mais próximos é uma das marcas mais conhecidas do grande público sobre quem sofre do transtorno borderline: 

  • relacionamentos intensos e instáveis, cujos problemas mais comuns são o profundo medo de abandono, que tende a se manifestar em esforços desesperados para evitar serem deixadas sozinhas; 
  • e a alternância entre extremos de idealização e desvalorização, sendo os relacionamentos marcados por frequentes discussões, rompimentos, baseados em uma série de estratégias mal adaptadas que podem irritar e assustar outros.

 

Causas do transtorno de personalidade borderline

As causas do transtorno de personalidade borderline não são evidentes. Porém, como acontece com a maioria das condições, o transtorno de personalidade borderline parece resultar de uma combinação de fatores individuais e socioambientais.

Eventos traumáticos que ocorrem durante a infância estão associados ao desenvolvimento de transtorno de personalidade borderline.

Muitas pessoas com transtorno borderline experimentaram negligência dos pais ou abuso físico, sexual ou emocional durante a infância.

 

Diagnóstico de borderline

Quem sofre com os sintomas de borderline pode receber diagnósticos incorretos como depressão, ansiedade ou transtorno bipolar quando busca atendimento médico e/ou psicológico.

Caso o(a) psicólogo(a) observe somente os sintomas sem dar conta de elementos da estrutura individual da pessoa atendida as chances de um diagnóstico incorreto são grandes.

Há ainda, devido a complexidade da análise, o fator tempo a ser considerado: pode demorar algumas sessões, até mesmo meses (ou anos) de atendimento, para a definição de um diagnóstico seguro dependendo do caso.

 

O que fazer para melhorar borderline?

Borderline é um transtorno mental como tantos outros e afeta diferentes pessoas em todo o mundo. E infelizmente ainda é alvo de preconceitos. Como muitos transtornos psíquicos, com suas diferentes expressões, nossa cultura pode rotular qualquer pessoa desviante das “normas” sociais como “louca”.

Então não se preocupe se você se reconhecer em alguns dos sintomas ou manifestações deste quadro. Todos(as) vivenciamos um ou outro momento em que exageramos em comportamentos e em que, do mesmo modo, podemos carregar nas cores de nossas percepções. Afinal, ser humano não é navegar somente em águas calmas.

Caso você identifique a permanência dos comportamentos e pensamentos mencionados no texto em si ou pessoa próxima, procure nossa clínica para orientações e agendar uma consulta.

Marisa de Abreu

Psicóloga

CRP 06/29493

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

 

Referência

BATEMAN, Anthony; FONAGY, Peter. Psychotherapy for borderline personality disorder: Mentalization based treatment. 2004.

LORANDI FERREIRA CARNEIRO, Lígia. Borderline: no limite entre a loucura e a razão. Ciênc. cogn., Rio de Janeiro , v. 3,p. 66-68,nov. 2004.

ImprimirEmail

Marisa de Abreu Alves
Psicóloga
CRP 06/29493


psi2

Escolha Aqui seu Psicólogo - Quanto Custa a Psicoterapia? - Informações Gerais
Consulta com Psicólogo - Agende Aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade Paulista

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)