Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Atendimento on-line ou presencial na região da Av Paulista. Rua Bela Cintra, 968. - (11) 3262-0621 - Agendamento pelo WhatsApp (11) 99787-4512

Ajuda psicológica para lidar com relacionamentos tóxicos

Ao contrário de um relacionamento saudável, um relacionamento tóxico traz dor e sofrimento para nossas vidas, às vezes sem que saibamos identificar sua origem.

Num relacionamento tóxico não há respeito e compartilhamento da vida, há uma tentativa de controle através da manipulação emocional.


Marcar Consulta

Como saber se vivo um relacionamento tóxico?

Um relacionamento tóxico tem como uma de suas características um ciclo de abusos.

Rebaixar você e suas conquistas, seus desejos e opiniões é um comportamento constante, assim como o ciúme exacerbado.

O ciclo de abusos transita em fases de violência, que pode ser psicológica, material, ou física, por exemplo, e períodos de arrependimento em que o abusador se desculpa, pede perdão e promete nunca mais repetir o abuso.

Isso cria uma dinâmica de vai e vem na relação que desestabiliza emocionalmente a pessoa vítima de um relacionamento tóxico.

Uma vez envolvidos na dinâmica desse tipo de relação ignoramos os sinais e podemos nos submeter ao outro, buscando sua validação e apoio. Mesmo que não se consiga nomear o que se sente, o relacionamento tóxico pode trazer um desconforto com a companhia do parceiro, e um desejo de ficar longe para evitar a tensão de um confronto iminente.

Além disso, crises de ciúme podem ser frequentes por conta da dinâmica de controle estabelecida.

Outros sinais de que você está em um relacionamento tóxico ou abusivo são suspeitas constantes do parceiro, você se sentir pouco à vontade no relacionamento e sentir que depende do outro em diferentes dimensões.

Você estar sempre errado e não possuir privacidade são outros eventos que podem ocorrer nesse tipo de relação abusiva.

Entretanto, podemos tentar entender um pouco a pessoa tóxica que afasta você dos seus objetivos pessoais, e, de modo geral, do seu próprio eu.

Relacionamento tóxico e masculinidade tóxica

Nossa sociedade possui entre seus modelos culturalmente aceitos aqueles da masculinidade desejável, que apesar de ser vendida como uma imagem de força carrega características que constroem relacionamentos tóxicos.

A masculinidade tóxica leva sofrimento psíquico para quem se envolve com os homens, ou pessoas de outros gêneros que apoiam esse modelo.

Do mesmo modo os próprios homens sofrem e têm perdas significativas em seu bem-estar.

A violência contra a mulher em todas as suas formas é mais comum em relacionamentos tóxicos, sendo esse o tipo de ambiente em que a mulher se encontra mais vulnerável, sofrendo com o ciúme patológico.

Co-dependência afetiva

Um relacionamento tóxico envolve ao menos duas pessoas. Enquanto uma delas sofre de dependência emocional, a outra age baseada em sua co-dependência emocional.

A pessoa com co-dependência emocional busca pessoas fragilizadas, com autoestima baixa, para “ajudar”.

Sem saber, muitas vezes, essas pessoas acreditam estar fazendo o bem ao outro quando emprestam sua suposta inteligência emocional e outros atributos para que o outro melhore.

Na verdade, tais indivíduos funcionam como verdadeiros predadores, abusando da dependência emocional do outro e o mantendo preso a um ciclo de abusos e não de fortalecimento ou superação.

Na maioria das vezes são os homens que ocupam essa posição de predador no relacionamento, tornando-se verdadeiros ditadores enquanto acreditam que suas ações são a expressão de preocupação e carinho.

Como sair de um relacionamento tóxico?

Um dos primeiros passos para sair de um relacionamento tóxico é reconhecer que se está envolvido nesse tipo de relação.

Esse reconhecimento é essencial e pode ser muito difícil, pois muitas vezes a pessoa se sente desacreditada, dúvida de si mesma, inclusive por conta do tipo de abuso psicológico que costuma sofrer.

Contar com uma rede de apoio formada por amigos, familiares ou outras pessoas próximas que se importam com você pode ser essencial para sair de um relacionamento tóxico.

Muitas vezes no ciclo de abusos que se estabelece nesse tipo de relação a pessoa é afastada da família e amigos, ficando isolada com seu abusador.

Para sair de um relacionamento tóxico além do apoio de pessoas próximas pode ser necessário procurar ajuda profissional.

Aí entra a figura do psicólogo que tem treinamento especializado para ajudar uma pessoa nessa situação a se levantar e sair dela.

Busque ajuda

Como dissemos, buscar o apoio de amigos e familiares é fundamental para conseguir lidar com um relacionamento tóxico.

Porém a ajuda de um psicólogo pode ajudar na promoção do autoconhecimento, aumentando a força interna e proporcionando alternativas para sair desse tipo de relacionamento abusivo.

Entre em contato e agende uma consulta com um de nossos profissionais.

ImprimirEmail

Marisa de Abreu Alves
Psicóloga
CRP 06/29493


psi2

Escolha Aqui seu Psicólogo - Quanto Custa a Psicoterapia? - Informações Gerais
Consulta com Psicólogo - Agende Aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade Paulista

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)