Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Av. Paulista) São Paulo / Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 - Centro, São Paulo / Fone central: (11) 3262-0621

Medo de mudança

AddThis Social Bookmark Button

Porque temos medo de mudanças

 

Medo de mudança

 

O  medo de mudar  se refere ao medo do desconhecido e surge da nossa imaginação – imaginar o quanto será difícil a adaptação a este novo... emprego, namorado, bairro, estado civil, condição social, ou seja lá por qual mudança você esteja passando.
Mas o medo de mudar também surge da falta de imaginação, ou seja de nossa limitada capacidade para perceber o quanto o novo pode ser estimulante e motivador.
O ser humano tem uma tendência a perceber o negativo maior do que a tendência de perceber o que há de positivo, o que pode dar errado é visto com muito mais ênfase do que perceber o que pode dar certo. Sendo assim tendemos à depressão .   Isso tem uma explicação: a evolução.
Isso mesmo, foi a evolução que mostrou que havia uma boa vantagem em observar com mais atenção o que poderia dar errado, este comportamento ajudou a sobrevivência em tempos neandertais. O homem das cavernas que sobreviveu aos ataques, fome, frio foi o que soube observar de onde vinha o perigo. Este sobrevivente deixou descendentes, e você sabe quem são estes descendentes? Você! Eu! Sua mãe e meu vizinho!. Ou seja, todos nós. Os que não conseguiram olhar para o futuro com medo, olhar para as mudanças com desconfiança perdeu o jogo da sobrevivência.
A grande sacada para quem não mora mais em cavernas é perceber que não há mais necessidade de tanto medo , tanta ansiedade , as mudanças são muito favoráveis – agora são.
Medo de mudar para melhor
Também assusta. Mudar para melhor pode ser tão aterrorizante quanto não saber para onde a mudança te leva. A fantasia humana sempre associa mudança ao desconhecido.
“Estou mudando, ok, dizem que será muito bom esta promoção, ganharei mais, terei uma vaga na garagem da empresa, minhas opiniões serão ouvidas, mas...”. Este “mas” é terrível, é ele que te faz ficar com medo de mudar. É ele que diz, lá no cantinho da sua mente, que mudar não será tão bom assim.
O que você deve saber é que este medo é irracional, é mentiroso, é seu mecanismo de defesa que se desregulou e está acionando o alarme desnecessariamente.
Porque toda noiva fica muito nervosa?
Porque tem um monte de novidades acontecendo ao mesmo tempo. Só a festa já é muito estressante. “E se não entregarem as flores certas? E se a comida estragar? E se os convidados não aparecerem?”
Dificuldade em largar um péssimo relacionamento
Isso é medo de mudar. Sair deste relacionamento onde já conhece todos os defeitos da pessoa e cair em possibilidades novas? Isso é doloroso. Quanto mais você se prende á antiga rotina – só porque já a conhece não significa que terá a melhor vida possível. Pelo contrário.
Medo de que os outros mudem
Parece que pior do que passar por mudanças é encarar as mudanças dos que nos são próximos.
Vamos e venhamos, todos mudam, mudam de idéia, de filosofia de vida, de endereço, de valores, mudam a cor do cabelo e o time para o qual torcem.
Dar um novo olhar para a mesma pessoa é muito difícil porque isso nos obriga a gerar mudanças em nós mesmos.
Como encarar de forma mais leve o medo das mudanças
A melhor forma é mudar seus padrões de pensamento, ficar nas vantagens e lutar para que você seja vitorioso em cada mudança. Para alguns será necessário eliminar cargas negativas referentes à mudanças mal sucedidas em outras fases da vida.
A psicoterapia é um caminho para este sucesso. O psicólogo é o agende de mudança positiva em sua cabeça que o prepara para todas as outras mudanças, as inevitáveis, as desejadas e as procuradas.
O  medo de mudar  se refere ao medo do desconhecido e surge da nossa imaginação – imaginar o quanto será difícil a adaptação a este novo... emprego, namorado, bairro, estado civil, condição social, ou seja lá por qual mudança você esteja passando.
Mas o medo de mudar também surge da falta de imaginação, ou seja de nossa limitada capacidade para perceber o quanto o novo pode ser estimulante e motivador.
O ser humano tem uma tendência a perceber o negativo maior do que a tendência de perceber o que há de positivo, o que pode dar errado é visto com muito mais ênfase do que perceber o que pode dar certo. Sendo assim tendemos à depressão .   Isso tem uma explicação: a evolução.
Isso mesmo, foi a evolução que mostrou que havia uma boa vantagem em observar com mais atenção o que poderia dar errado, este comportamento ajudou a sobrevivência em tempos neandertais. O homem das cavernas que sobreviveu aos ataques, fome, frio foi o que soube observar de onde vinha o perigo. Este sobrevivente deixou descendentes, e você sabe quem são estes descendentes? Você! Eu! Sua mãe e meu vizinho!. Ou seja, todos nós. Os que não conseguiram olhar para o futuro com medo, olhar para as mudanças com desconfiança perdeu o jogo da sobrevivência.
A grande sacada para quem não mora mais em cavernas é perceber que não há mais necessidade de tanto medo , tanta ansiedade , as mudanças são muito favoráveis – agora são.

Medo de mudar para melhor

Também assusta. Mudar para melhor pode ser tão aterrorizante quanto não saber para onde a mudança te leva. A fantasia humana sempre associa mudança ao desconhecido.
“Estou mudando, ok, dizem que será muito bom esta promoção, ganharei mais, terei uma vaga na garagem da empresa, minhas opiniões serão ouvidas, mas...”. Este “mas” é terrível, é ele que te faz ficar com medo de mudar. É ele que diz, lá no cantinho da sua mente, que mudar não será tão bom assim.
O que você deve saber é que este medo é irracional, é mentiroso, é seu mecanismo de defesa que se desregulou e está acionando o alarme desnecessariamente.
Porque toda noiva fica muito nervosa?
Porque tem um monte de novidades acontecendo ao mesmo tempo. Só a festa já é muito estressante. “E se não entregarem as flores certas? E se a comida estragar? E se os convidados não aparecerem?”

Dificuldade em largar um péssimo relacionamento

Isso é medo de mudar. Sair deste relacionamento onde já conhece todos os defeitos da pessoa e cair em possibilidades novas? Isso é doloroso. Quanto mais você se prende á antiga rotina – só porque já a conhece não significa que terá a melhor vida possível. Pelo contrário.

Medo de que os outros mudem

Parece que pior do que passar por mudanças é encarar as mudanças dos que nos são próximos.
Vamos e venhamos, todos mudam, mudam de idéia, de filosofia de vida, de endereço, de valores, mudam a cor do cabelo e o time para o qual torcem.
Dar um novo olhar para a mesma pessoa é muito difícil porque isso nos obriga a gerar mudanças em nós mesmos.

Como encarar de forma mais leve o medo das mudanças

A melhor forma é mudar seus padrões de pensamento, ficar nas vantagens e lutar para que você seja vitorioso em cada mudança. Para alguns será necessário eliminar cargas negativas referentes à mudanças mal sucedidas em outras fases da vida.
A psicoterapia é um caminho para este sucesso. O psicólogo é o agente de mudança positiva que pode prepara-lo para todas as outras mudanças, as inevitáveis, as desejadas e as procuradas.

medo mudançaEntrevista cedida pela psicóloga Marisa de Abreu para o portal Terra – Vila Mulher

Mudança facilitada pelos exemplos das celebridades

- Para você, até que ponto as boas atitudes das celebridades viram referência para o público?

Psicóloga: Feliz ou infelizmente quando uma celebridade dá uma dica, um exemplo, faz um comercial de um produto etc, o produto será consumido, ou o comportamento será imitado de forma muito mais intensa do que se esta mesma dica fosse transmitida por uma pessoa sem fama – mesmo que a fama não esteja ligada ao comportamento. No caso do Ronaldinho as boas atitudes serão copiadas mais intensamente pois se trata de um atleta que demonstra boas atitudes referente ao corpo e à saúde.
As pessoas tem conceitos positivos em relação às celebridades, mesmo que elas não mereçam e isso faz com que tudo o que uma celebridade faz seja copiado mais intensamente.

- Como você vê a iniciativa de Ronaldo Fenômeno, que decidiu participar do quadro Medida Certa? Você acha que a atitude dele pode incentivar/encorajar outras pessoas a perderem peso, a buscarem um estilo de vida mais saudável?

Psicóloga: Sim, claro que vai incentivar, e devemos agradecer que ele entre no grupo das celebridades que dão bons exemplos. As pessoas que estão com a saúde comprometida pelo excesso de peso tem consciência do erro em sua alimentação e falta de exercício, não precisam de mais pessoas dizendo que estão erradas, só precisam de pessoas que lhes digam que é possível mudar e o Ronaldo pode fazer isso muito bem.

- Quais são os pontos positivos e negativos desse tipo de referência?

Psicóloga: A celebridade deve ter muita consciência sobre o que está fazendo pois tudo será copiado. A comida que come, os lugares que frequenta, a roupa que usa, tudo será objeto de desejo de um grande numero de pessoas. Portanto sempre será positivo quando a celebridade incentivar hábitos saudáveis e comportamentos harmoniosos.

- O quadro do Fantástico oferece seus riscos, ou seja, pode ser que Ronaldo não emagreça ao quantidade de quilos que pretende ou que o público espera. Você acha que se ele não alcançar o objetivo pode decepcionar as pessoas, que começaram uma dieta por causa dele? Como pode ficar a imagem dele depois?

Psicóloga: O Ronaldo tem motivações a mais para ser bem sucedido nesta empreitada. Quanto mais você se comprometer publicamente mais possibilidade de sucesso. Não se trata de uma meta impossível. Estamos falando do vicio em comida e vícios são administráveis por nossa mente, basta encontrar o caminho certo para mudar a própria cabeça. Mas de toda forma, se ele não conseguir será um tiro pela culatra, pois dará a uma quantidade muito grande de pessoas a desculpa para nem tentar entrar em forma pois “se nem o Ronaldo conseguiu....”.

- Você gostaria de acrescentar mais alguma informação?

Psicóloga: Infelizmente não vira celebridade quem merece mas quem fez algo notável, as vezes notavelmente degradante. E infelizmente estas pessoas também serão referencia. Devemos cada um de nós fazer sua parte para que as celebridades entendam que bons exemplos são essenciais, pois uma vez que se tornam celebridades sempre serão exemplos, se bons ou ruins só depende deles mesmos.

Gostará de ler também:

desilusão amorosaDesilusão amorosa

 

 

insegurançaInsegurança

agende sua comsulta Escolha aqui seu Psicologo
Quanto custa a psicoterapia e informações gerais


Consulta com psicólogo - Agende aqui


*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.

Dicas e Tratamentos

Agende uma Consulta

marcar_consulta

Cómo chegar

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968, São Paulo ( Veja o mapa )

Unidade II: Rua Frei Caneca, 33, São Paulo ( Veja o mapa )

Fone central: (11) 3262-0621

Compartilhe!