Entre em contato
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.
Ou preencha o formulário abaixo

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Paulista) - Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 (Consolação) - (11) 3262-0621 - Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Trauma emocional

Talvez estas pessoas estejam usando o termo trauma para contar que passaram por um momento que a tenha abalado emocionalmente.

Piscologo para trauma emocionalQuando este abalo deixa marcas que causam prejuízos emocionais podemos avaliar a possibilidade de Transtorno do stress pós traumático - TSTP. A palavra trauma foi absorvida da física, onde trauma se refere à pressão que os materiais sofrem.

Porque alguns ficam traumatizados com coisas que não abalam outros?

Em minha experiencia pessoal observei que algumas pessoas podem ser mais sensíveis que outras. Algumas tem esta característica desde que nasceram, outras se tornaram sensíveis ao decorrer da vida, talvez devido a situações que tenham vivido.

Traumas podem influenciar no sentido de impedir de fazer coisas que seriam benéficas, como por exemplo deixar de viajar pois esta pessoa passou por sofrimentos durante viagens anteriores.

A morte de um ente querido pode causar trauma. Segue algumas dicas para evitar este tipo de trauma infantil

Entrevista cedida para o jornal O Liberal

Como falar sobre morte com uma criança

- Como responder a uma criança que pergunta para onde um ente querido vai quando morre?

Psicóloga: Esta resposta está fortemente vinculada à crença à qual a família quer criar esta criança. Várias respostas podem ser adequadas conforme a religião da familia: “Ele foi para o céu”, ou “Foi para um lugar bonito e tranquilo”, ou “O tempo dele acabou, como tudo na vida tem um fim, mas estará sempre em nossos corações e nossas lembranças”, “Ele ficará num lugar bacana até que volte para Terra com outro corpo, mas sua alma continuará a mesma”, etc.

- O que falar para a criança para parar aquela dor no peito da saudade?

Psicóloga: Não há resposta que possa valer para toda criança. Talvez os pais devam sentir qual a necessidade desta criança. O acolhimento é o melhor caminho, talvez ajudar a criança a pensar e elaborar a morte com palavras de carinho: “Vamos pensar nos momentos bonitos que tivemos juntos, essas lembranças são suas e nada nem ninguém poderá tirar de nós. Você lembra quando.... (passeamos juntos..., ele te deu aquele presente..., ele fez aquela surpresa..., etc). Somos muito sortudos por te-lo em nossas vidas, e isso é muito bom. Valeu a pena curtir com ele e mesmo que já tenha acabado ele continuará em nós na forma dos ensinamentos que nos passou. Ele nos ensinou que é muito bom gostar de alguém, que devemos continuar a manter pessoas legais em nossas vidas.”

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

- E se ela perguntar: quanto tempo eu tenho que ficar triste?

Psicóloga: É importante que os pais demonstrem que o sentimento de cada um tem seu tempo para ser amadurecido, palavras de carinho são bem vindas: “É muito normal que você fique triste, pode se sentir assim pelo tempo que perceber que a tristeza vem. Eu também estou triste e isso só significa que ele era muito importante para nós e que temos muita sorte por tê-lo conosco por esse tempo que passamos juntos. Essa tristeza pode ser incomoda agora mas com o tempo você verá que te fortaleceu e te ajudará a curtir cada momento bom com as pessoas que estão com você.”

- Se ela pedir para ter fotos no quarto dessa pessoa que se foi, como responder à ela?

Psicóloga: Os pais podem tentar entender o que estas fotos significam para ela e verificar se ajudaria,caso percebam que seria proveitoso pode dizer: “Sim, você pode lembrar dele o quanto quiser e as fotos ajudam a manter a memória viva. Olhe para estas fotos com o carinho que você gostaria de mostrar se ele estivesse aqui agora e deixe seu coração ficar feliz por você ter a oportunidade de manter lembranças tão legais dele.”

- O que dizer se ela pedir para ir no cemitério quando fizer aniversário da morte?

Psicóloga: Novamente cada pai pode avaliar o que esta visita pode significar e repercutir nesta criança, caso percebam que seja com para ela podem dizer: “Sim, pode ir, iremos juntos, compraremos flores e deixaremos bonito o lugar que representa sua passagem por nossas vidas. Lembraremos dele com carinho.”

psi2

Escolha aqui seu Psicólogo - Quanto custa a psicoterapia? - Informações gerais
Consulta com psicólogo - Agende aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade I

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)

Unidade II

Rua Frei Caneca, 33
Centro - SP